8 de março, um dia para refletir e inspirar
8 de março de 2018
Treinamento Comercial: O outro lado do nosso negócio
22 de março de 2018

Diretor Global de Naturais Herve Fretay – Entrevista Exclusiva

A área de Naturais cresce em relevância na indústria e carrega o compromisso de cuidar da extensa cadeia de pessoas envolvidas no processo. É uma alegria trazer o olhar sensível, antenado e agregador de Herve Fretay, Diretor Global de Naturais da Givaudan.

Boa leitura!

 

1. Quando e como a perfumaria entrou na sua vida?

O perfume entrou na minha vida desde o momento que passei a perceber que as fragrâncias faziam parte da assinatura das pessoas, do seu DNA, da sua personalidade. Como dizia Christian Dior: O perfume de uma mulher diz mais sobre ela do que a sua escrita“.

Após concluir minha graduação em química, comecei a trabalhar como gerente de vendas de produtos químicos derivados de óleos e gorduras naturais em uma empresa do grupo da Quest. Em seguida, me inscrevi em um programa interno de MBA, onde tinha várias pessoas que trabalhavam na Quest! Imediatamente me apaixonei pelo negócio deles, quis saber mais e entendi o quanto os cheiros/fragrâncias eram capazes de influenciar a percepção dos consumidores pelas marcas. Depois de 9 anos, consegui uma oportunidade e iniciei na Quest, empresa adquirida pela Givaudan, onde estou até hoje.

Quando entrei na Quest, me disseram: “Sabe, Herve, ou você ama ou odeia essa indústria, ou você fica 3 meses ou 30 anos”. Eu ainda estou na companhia depois de 18 anos, então, me apaixonei e encontrei meu caminho!

 

2. O que mais te encanta no universo da perfumaria?

Fui atraído pela forte conexão da indústria de fragrâncias com a criatividade e o mundo da moda, que é uma das minhas paixões. A perfumaria fina é como se fosse um trabalho quase artesanal de luxo. Fiquei fascinado com a ideia de como alguns dos gênios da moda, como Yves Saint-Laurent e Chanel, puderam construir ao mesmo tempo e ao longo das décadas, um estilo inspirador para as mulheres e as fragrâncias mais criativas… Eu queria muito desvendar esse mistério.

Mas, o que eu descobri além da criatividade, é um mundo fascinante totalmente conectado às emoções. Estamos claramente tocando o coração das pessoas em suas vidas cotidianas, seja perfumando o seu sabonete, o seu perfume pessoal ou a vela que ascendem à noite.

Esta conexão com as emoções é ainda mais presente no meu trabalho diário como Diretor de Naturais na Givaudan. Os ingredientes naturais são claramente o vínculo humano com a perfumaria: começando com os fazendeiros, os colhedores, os destiladores, os perfumistas e, finalmente, os consumidores. Isso cria uma cadeia humana, exigindo muito tempo e atenção, além de um longo compromisso de compra. Você não pode pensar apenas no curto prazo, quando você trabalha com a Natureza e com as pessoas.

Ao aprofundar a compreensão do funcionamento do nosso cérebro e, recentemente, do impacto da Neurociência, descobri uma área completamente nova. É fascinante ver como as fragrâncias podem influenciar nossos sentimentos e emoções, até mesmo quando estamos dormindo. A Givaudan acaba de lançar uma nova tecnologia chamada DreamScentz TM, que ajuda a  melhorar  a qualidade do seu sono.

Você não pode parar de sentir os cheiros, diferentemente dos outros sentidos que você decide quando usar. Então, o nosso trabalho pode influenciar cada momento da vida das pessoas.

 

3. Criar, inovar e inspirar são verbos que movem a indústria e as pessoas. Como liderar uma área de estratégia e inovação hoje em dia e no futuro com os desafios de um mundo complexo e exponencial?

A inovação em perfumaria tem sido realmente impulsionada por novas moléculas e, recentemente, pelo crescente uso de cápsulas nas mais diversas aplicações. Mas há muita inovação que pode vir dos Naturais.

Embora tenhamos tratado os mesmos ingredientes provenientes da natureza (flores, folhas, frutas, madeira, raízes, sementes), estamos usando novas técnicas para elaborar diferentes efeitos olfativos. Por exemplo, na Givaudan, trouxemos para os nossos perfumistas em 2017,  20  cativos naturais exclusivos,  feitos sob medida para  nossos perfumistas, mas também para nosso clientes, marcas ou projetos específicos.

Atualmente, nossa abordagem é Crafting with Purpose (Desenvolvendo com propósito). Isso significa que não aplicamos apenas técnicas básicas, selecionamos diferentes técnicas e as combinamos. Essa ação/desenvolvimento exclusivo é para responder a visão olfativa de nossos perfumistas em relação a um certo natural. É através da aplicação destes princípios de Crafting with Purpose que recentemente reinventamos completamente a família cítrica, trazendo para os nossos perfumistas novas qualidades exclusivas que performam da saída à base de um perfume. Foi assim que criamos também a Roasted Tonka (“Tonka Braseada”) ao tratar esta famosa castanha da Amazônia para trazer um efeito gourmand moderno ao redor do café e do chocolate amargo.

Nossa busca pelo novo cheiro no campo dos naturais pode revelar novas espécies botânicas ou tratar aquelas que não foram tratadas antes. Por exemplo, desenvolvemos recentemente o primeiro óleo natural de maçã, desenhado especificamente para uso na perfumaria.

O desafio com os naturais será gerenciar a disponibilidade versus o aumento da demanda de consumidores por produtos mais naturais. Começamos a responder a esta equação organizando o fornecimento ético de nossos principais naturais. Isso será reforçado no futuro, trabalharemos com modelos vegetais e de cultivo e aplicaremos também biotecnologia.

 

4. Como a tecnologia afetou a produção? Existe algum exemplo interessante, incomum ou transformador que você possa compartilhar com nossa comunidade?

Falando sobre novos modelos de cultivo, temos que perceber que a agricultura está passando por uma revolução. Trata-se da agricultura conectada, drones, rega controlada e fertilização. Isso é fascinante e há um ecossistema de startups trabalhando nisso.

A agricultura vertical é claramente uma área onde podemos cultivar naturais em espaços fechados usando iluminação LED em ambiente controlado. Podemos, assim, multiplicar os rendimentos em até 30 vezes. A Givaudan já está produzindo um dos seus extratos naturais para aplicações cosméticas através da Agricultura Vertical.

 

5. Quais foram os grandes momentos da perfumaria que você vivenciou durante a sua jornada até hoje? E sobre o futuro, o que esperar?

Meus melhores momentos na Perfumaria são os que passo com as pessoas neste mundo de naturais. Seja descobrindo novas culturas e utilizá-las como fonte de inspiração para os nossos perfumistas ou compartilhando momentos com os agricultores que trabalham em nossa cadeia de produção em todo o mundo.

Viajar para o Laos com nossa Perfumista Shyamala Maisondieu para conhecer o programa Benzoin foi um momento cheio de emoções intensas. Você não cheira o produto da mesma maneira após essa viagem e percebe o esforço e a atenção que as comunidades locais estão investindo dia após dia para manter essas culturas. O extrato natural é carregado de emoção e um pouco de sua alma.

 

6. Uma frase ou dica para os profissionais de perfumaria?

“Viva sua paixão e o resto virá.”

 

7. Por fim, deixo aqui um espaço para você dividir alguma palavra, frase, reflexão, inspiração para a comunidade da Perfumaria Paralela.

Não pense em matérias-primas quando criar ou falar sobre um perfume … pense sobre as pessoas por trás de cada uma delas, seja os inventores de novas moléculas ou os agricultores por trás de cada nova colheita.

——

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *